Comunicação

Programa de Relacionamento Comunitário é sinônimo de perspectivas de futuro

Sua empresa está pronta para investir em futuro, engajamento e realizações? O conceito de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) toma vulto, exponencialmente, como uma resposta às reivindicações da sociedade por ações corporativas que busquem enfrentar e encontrar soluções para problemas ambientais, sociais, éticos e econômicos. O objetivo é que as empresas ampliem ou causem impactos relacionados a suas atividades nas comunidades em que estão inseridas.

Inserida neste conceito e para fazer valer sua missão de estimular a prática de ações de responsabilidade socioambiental, o Seconci-Rio criou o Programa de Relacionamento Comunitário, em 2016, com o objetivo de aproximar as comunidades das construtoras interessadas em proporcionar desenvolvimento e capacitação da população que vive no entorno de empreendimentos imobiliários em construção. Aquelas que aderem à iniciativa, recebem ampla consultoria e da entidade para realização de ações relevantes e efetivas, além de acompanhamento direto dos resultados.

A MRV Engenharia foi a primeira empresa que abraçou esse desafio e passou a desenvolver ações educativas e de cidadania junto às comunidades onde seus empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida estão sendo erguidos, em São Gonçalo, Campo Grande, Santa Cruz e Itaboraí. As mudanças têm sido significativas nas regiões beneficiadas, principalmente no que diz respeito à qualidade de vida e ao resgate da cidadania plena.

Investir em relacionamento comunitário é uma forma não só de trazer perspectivas de futuro para as comunidades, mas também de garantir uma percepção positiva dos clientes e da sociedade em relação ao negócio da empresa. Certamente, há o fortalecimento da marca e a criação de um canal direto de diálogo, ideias, mudanças e oportunidades. É um investimento planejado e monitorado que contribui para uma agenda positiva de ações e resultados.

Praticando a Responsabilidade Social

Ao adotar os valores da RSE, além de beneficiar a sociedade e o ambiente em que está inserida, a empresa promove seu crescimento sustentável, pois, criando uma imagem positiva para a sociedade, fideliza os clientes, gerando maior volume de negócios.

Por isso, seja qual for o ramo da empresa, é preciso que as ações, desde a escolha de fornecedores e parceiros comerciais até a entrega do produto ou serviço final, sejam pensadas para minimizar impactos negativos da atividade.

Ser socialmente responsável também é cuidar do capital humano, e isso diz respeito não somente à maneira como lida com as pessoas, sejam elas fornecedores, sejam funcionários, consumidores ou pessoas da comunidade na qual a empresa está inserida, mas também à forma como suas atividades impactam econômica e ambientalmente todas essas pessoas.

Para a construção de um mundo socialmente mais justo, é importante que haja uma série ações conjuntas entre organizações dos mais diversos setores, a fim de responder aos desafios do mercado econômico. As empresas também devem estar cientes de sua responsabilidade quanto à produção, à comercialização e ao consumo de seus produtos e dos impactos socioambientais causados pelas suas atividades e agir no sentido de minimizá-los, prezando por práticas sustentáveis em toda cadeia produtiva e ações comunitárias, sem deixar de lado a geração de lucro.

Referência: G1 Sustentabilidade