Educação para o Trabalho

Equidade em Construção

Objetivo:

Sensibilizar, no Projeto Educação Para o Trabalho sobre o tema e os conceitos em relação à violência de gênero e doméstica contra a mulher para o público do nível operacional.

Local: Canteiros de obra do Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo.

Período de realização do curso: 19 de junho a 31 de julho de 2017.

Carga horária: 1 hora/sensibilização.

Número de participantes: 25 (podendo ser mais pessoas por oficina, segundo o canteiro).

 

Metodologia:

A partir da valorização das diferenças entre os participantes da oficina, esta sensibilização busca discutir os conceitos de diversidade, igualdade e equidade, como fundamento para enxergar e combater diversas formas de violências dirigidas contra as mulheres no campo laboral, no espaço comunitário, na família e nas relações de casal.

Quando uma diferença que vira uma desigualdade? Por que uma desigualdade pode constituir uma violência? O que fazer para que a desigualdade não seja uma desvantagem e sim uma potencialidade? Essas perguntas estão norteando as oficinas para gerar um dialogo sobre reconhecimento dos direitos e da dignidade humana.

 

Supervisão técnica:

Marco Julián Martínez-Moreno. Doutorando em antropologia social pela Universidade de Brasília. Pesquisador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos e do Centro de Estudos Sociais da Universidade Nacional de Colômbia.

 

Facilitadores:

Márcia Ribero Ramos. Psicóloga, graduada e pós-graduada em Teorias e Práticas Psicológicas em Instituições Públicas pela UFF. Capacitada em 2015 por meio do curso de Facilitação em Grupos Reflexivos de Gênero pelo Instituto NOOS. Com 14 anos de experiência na área de gênero.

Maíra Mendes. Psicóloga, cursando Formação em Terapia de Famíla pelo Instituto Noos. É facilitadora de Grupos Reflexivos de Gênero e atuou como facilitadora noprojeto +Pai, do Instituto Noos, com grupo de homens acusados de serem autores de violência doméstica, no Juizado de Niterói.

Elisangela de Versa Batista. Graduada em Serviço Social PUC Rio 2002, Pós graduação em: Formação em Terapia corporal Reichiana, Atendimento a Criança e adolescente vítimas de violência – PUC Rio. Atualmente em Formação Constelação Familiar, Facilitadora do Grupo Papo de Homem. Ênfase em atendimento às familias e trabalho com grupos.

Mateus Renan Duarte de Medeiros. Graduado em psicologia pelo Centro Universitário Augusto Motta (2015). Cursando pós graduação em Gestão Urbana e Saúde pela Ensp-Fiocruz. Psicólogo Social com ênfase: comunidades, território, grupos de reflexão, gênero e promoção de saúde.

Rodolpho Hugo dos Santos Martins. Formado em Serviço Social, hoje trabalho como Acompanhante Terapêutico junto à saúde mental da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Raissa Oliveira de Azevedo. Graduanda em Psicologia na UFRJ com experiência em facilitação de grupos reflexivos com homens autores de violência contra a mulher e atuante em um grupo de pesquisa sobre os grupos reflexivos.

Jéssica Santos Souza Camelo. Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário

Augusto Motta (UNISUAM). Com experiência profissional em atividades de grupos e palestras, atuando no setor de Recursos Humanos. Atualmente é psicoterapia individual no Centro de Estudos em Neurociências, Psicologia e Sexualidade.

 

Entre em contato pelo telefone 21012555 ou pelo e-mail treinamento@seconci-rio.com.br para solicitar a oficina “Equidade em Construção” em seus canteiros de obra.