Comunicação

eSocial – Sistema aceitará duas versões de leiaute até março de 2019

 

Em janeiro de 2019, o eSocial disponibilizará uma nova versão de leiaute. Porém, no momento de implantação da nova versão, será possível que os ambientes de Produção e Produção Restrita permitam a convivência de duas versões, por um período determinado pelo Comitê Gestor do eSocial.

O sistema suporta apenas uma versão vigente do leiaute, mas, para que haja flexibilidade para as empresas realizarem a migração da versão anterior para a nova, foi estipulado um calendário de atualização.

Segue abaixo, o comportamento do eSocial convivendo com duas versões, baseado em um exemplo de evolução de versão:

Condições:

– Versão X em vigência.

– Versão Y vigente a partir de 01/01/2019.

– Prazo de convivência das versões X e Y: 2 meses.

 

Comportamento até 31/12/2018:

O eSocial aceita eventos somente na versão X.

 

Comportamento de 01/01/2019 a 28/02/2019:

O eSocial aceita eventos nas versões X e Y.

Neste período, as retificações, alterações e envio de eventos extemporâneos podem ser feitos nas duas versões. Um evento autorizado em qualquer versão anterior à versão X poderá ser retificado ou alterado nas versões X e Y.

Normalmente, o sistema da empresa está operando na versão X e será todo migrado para a versão Y. Com isso, a empresa pode continuar enviando eventos na versão X até 28 de fevereiro de 2019.

Caso a empresa opte por uma migração parcial para a versão Y, o eSocial aceitará normalmente os eventos nas duas versões. Por exemplo, uma admissão pode ser transmitida na versão X e a respectiva alteração contratual ou remuneração pode ser enviada na versão Y.

 

Comportamento a partir de 01/03/2019:

O eSocial aceita eventos somente na versão Y

Fonte: Portal eSocial