Comunicação

Prêmio Vitae-Rio destaca tempos de mudança e de reinvenção do setor

A 13ª edição do Prêmio Vitae-Rio foi marcada por uma festa plural, que, além de comemorar a vitória das empresas que mostraram excelência na implantação de programas de saúde e segurança de seus trabalhadores, também brindou os 30 anos do Seconci-Rio e a posse dos membros da diretoria da entidade e do Sinduscon-Rio. A expectativa de mudanças e de retomada do setor de construção civil, frente às novas expectativas econômicas e políticas, foi o mote da noite.

O presidente eleito do Seconci-Rio, Ayrton Alvarenga Xerez, abriu a cerimônia e, muito emocionado, contou sua experiência da época de estudante de engenharia, quando ficou indignado com as péssimas condições em que os trabalhadores trabalhavam, em um canteiro de obra. “Temos muito a agradecer a Luiz Chor por ter sonhado e concretizado esse sonho, de criação do Seconci-Rio, entidade que zela pela integridade física desses homens”, salientou.

Ayrton Xerez destacou o trabalho realizado pelo Seconci-Rio

Colocando o setor de construção civil como protagonista do desenvolvimento do Brasil, José Carlos Martins, presidente da CBIC, também proferiu breves palavras, apontando o desafio da reinvenção como fundamental para que o setor sobreviva à esta nova configuração do país e mostre sua importância. “Quem aperta o botão para que as coisas funcionem é o trabalhador da construção civil. Chegou a nossa hora e precisamos nos unir para melhoria das condições desses trabalhadores, para a geração de mais empregos e no combate às inseguranças”, destacou.

O diretor do SENAI e superintendente do SESI, Alexandre dos Reis, em sua fala de boas-vindas, exaltou a contínua parceria da Firjan com o Seconci-Rio e demais entidades do setor. Também destacou que a importância da premiação vai além do recebimento de um troféu. “Essa é a forma de as empresas terem uma consultoria de melhoria para sua obra, o que resulta em produtividade. E essa produtividade é um dos pilares do crescimento do Brasil”, afirmou.

As três décadas de existência do Seconci-Rio foram lembradas por meio de um breve histórico das conquistas da entidade e do destaque às empresas mantenedoras que, ao longo dos anos, viabilizaram as ações realizadas na sede e nos canteiros. Não poderia faltar uma homenagem ao engenheiro Luiz Chor, um dos fundadores e idealizadores do modelo Seconci, que estava presente à festa e agradeceu aos elogios, estendendo-os a todos que também ajudaram a criar o Seconci-Rio.

Fundador do Seconci-Rio, Luiz Chor (dir.) agradece as homenagens

Posses

A cerimônia também foi palco para a posse dos novos membros da diretoria do Seconci-Rio e do Sinduscon-Rio, que estarão à frente das respectivas entidades, no biênio 2018-2020.

Ayrton Xerez, presidente eleito do Seconci-Rio, reafirmou seu compromisso de colaborar para que a entidade eleve sua missão de prover cidadania, saúde, segurança e qualificação aos trabalhadores, contribuindo para um futuro promissor.

Membros da nova diretoria do Seconci-Rio

Dizendo-se honrado pelo convite de presidir o Sinduscon-Rio, João Manoel Fernandes falou em reinvenção, nesse tempo em que o Brasil passa por uma crise, colocando como meta o desafio de tornar o Sindicato indispensável à atividade do setor, por meio de um planejamento estratégico efetivo.

João Fernandes, presidente eleito do Sinduscon-Rio

Mudança e Reputação 

Outro momento da noite foi a palestra do cientista político e consultor da CBIC, Leonardo Barreto, que falou sobre o futuro que se espera para a construção civil, frente ao novo momento político e às novas demandas de mercado. Segundo ele, a palavra de ordem precisa ser “mudança”.

“Estamos vivendo, o tempo inteiro, um processo de mudança que nos exige esforço de adaptação. Mas há diversas maneiras de lidar com as mudanças e aquele que sobrevive a este processo não é o mais forte, mas, sim, aquele que entende a mudança e consegue se adaptar ao novo contexto que se apresenta para ele. Estamos vivendo um momento desafiador da história, então, é importante entender qual são as transformações que estão na nossa frente”, disse ele.

Para sobreviver ao que ele chamou de mundo novo, Barreto citou a reputação das empresas como um dos fatores que são exigidos no ambiente corporativo de hoje. Ele destacou que o principal ativo de uma empresa é sua reputação e que acertar o comportamento passou a ser um desafio.

“Ética e compliance precisam estar no manual de gestão de reputação de uma empresa. Neste contexto, a cidadania empresarial é fundamental, sendo atendida pela responsabilidade econômica, legal, ética e discricionária, assim como é preciso uma liderança empresarial que zele por ações boas e acessíveis dentro do ambiente de empreendimento e geração de riquezas”, ressaltou o consultor. 

Premiação

Para fechar as celebrações da noite, foi realizada a entrega do Prêmio Vitae-Rio, ciclo 2018. Inicialmente, foram entregues os certificados às empresas terceirizadas que foram indicadas pelas empresas participantes da premiação, para serem avaliadas por seu desempenho em Saúde e Segurança do Trabalho. Foram agraciadas aquelas que se destacaram na vistoria realizada pela Comissão Permanente Interinstitucional de Saúde e Segurança do Trabalho (CPISS), capitaneada pelo Sinduscon-Rio, Sintraconst-Rio e Seconci-Rio, dentro do Programa Construção Legal.

As empresas premiadas foram: Engemav Engenharia e Instalações; NG Empreiteira; CSL Instalações e Hidráulicas; FEM Empreiteira; Tengel Técnica de Engenharia; e Constata Construções.

Na sequência, foram entregues os troféus das empresas finalistas do Prêmio Vitae-Rio, àquelas que, com excelência, desenvolveram seus sistemas de Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho. Confira os vencedores:

Categoria PREVENÇÃO: Mozak Engenharia

EFER Construtores Associados

Categoria BRONZE: Calçada Empreendimentos Imobiliários

Categoria PRATA: Cofix

Even Construtora e Incorporadora.

MRV Engenharia

Tegra Engenharia

Categoria OURO: RJZ Cyrela Construtora e Empreendimentos Imobiliários

Representantes da RJZ Cyrela recebem o troféu na categoria Ouro

O prêmio Vitae-Rio é uma iniciativa do Seconci-Rio e do Sinduscon-Rio, com concepção da DMP Consultores Associados. Neste ano, o evento teve o patrocínio da FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – e do PASI – Plano de Amparo Social Imediato, além do apoio da CBIC- Câmara Brasileira da Indústria da Construção e da CNI, por meio do SESI Departamento Nacional.