Comunicação

Segurança faz diferença no trabalho e na vida

Em segurança sempre temos a oportunidade de ir além. Comemorar um grande período sem acidentes nas obras é algo incrível, mas este também deve ser o momento dos profissionais renovarem seu compromisso com a vida e as atitudes seguras, reforçando a segurança como um valor. Esse foi o mote da palestra realizada pelo coaching Maurício Louzada, para uma plateia de gestores, mestres, encarregados e outros profissionais da construção civil, na última sexta (14), no auditório do Seconci-Rio.

“O bom profissional faz bem feito com segurança. Esse compromisso reflete não só no trabalho, mas também na vida, pois, é importante voltarmos todos os dias para os braços de nossas famílias e, com essas pessoas, realizar os maiores sonhos de nossas vidas. É preciso pensar que acidentes ferem os trabalhadores, mas machuca mais ainda a família”, afirmou Louzada.

Para se alcançar excelência em segurança, há três pontos cruciais que devem ser seguidos: não se ter tolerância ao risco, não agir por impulso e ser dono das próprias decisões. O coaching ressaltou que tolerar o risco é estar mais próximo do perigo, pois o indivíduo ganha confiança e acaba achando que não acontecerá nenhum acidente. A ação por impulso também coloca a segurança em risco. “Quando uma ferramenta cai, por exemplo, o impulso que temos é o de colocar o pé ou a mão para apará-la. Acontece que essa atitude pode nos machucar. O mais sensato é deixar que a ferramenta caia, para depois pegá-la”, disse ele.

Sobre ser dono das próprias decisões, Louzada destacou que é preciso fugir da conformidade comportamental. “Temos que ser exemplo e não seguir condutas que geram risco. Se o seu companheiro de trabalho não usa EPI, por exemplo, você não deve fazer o mesmo. Evite a repetição comportamental, pois podem acarretar em acidentes”, disse ele.

Campeões podem mais quando colocam metas e trabalham por isso, mas sempre com segurança. Exemplificando com histórias vividas por grandes esportistas que superaram o descrédito das pessoas e outros infortúnios, Louzada deixou seu recado de que a atitude cada um faz a diferença e que precisamos ser inspiração para as pessoas. “Responsabilidade é cuidar de si e também de todos que estão à nossa volta. Importante é acabar um dia de trabalho e voltar para casa para estar junto com a nossa família”, concluiu.