Campanhas

Combate ao Tabagismo

 

Fumar faz mal à saúde. Disso, todo mundo sabe, mas os dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que o tabagismo ainda é a principal causa de morte evitável no mundo. A estimativa é que cerca de 2 bilhões de pessoas, no mundo, sejam fumantes.

O hábito de fumar está relacionado a mais de 50 doenças e é responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema e 25% das mortes por derrame cerebral. A OMS estima que, anualmente, mais de cinco milhões de pessoas morram no mundo por causa do cigarro.

As substâncias que compõem cigarros, charutos e cachimbos são tóxicas e cancerígenas. O alcatrão, por exemplo, possui mais de 40 compostos que podem causar câncer. Outra informação alarmante diz respeito à nicotina que, além de causar dependência, aumenta a liberação de compostos orgânicos que contraem os vasos sanguíneos, aceleram a frequência cardíaca e causam hipertensão arterial.

Para quem quer largar esse vício, algumas dicas são fundamentais:

:: Escolha uma data para ser o seu primeiro dia sem cigarro e programe algo que goste de fazer para se distrair e relaxar;

:: Planeje atividades para colocar “no lugar do cigarro”, tirando o vício de sua rotina;

:: Mantenha prazeres e momentos de lazer sem o cigarro;

:: Invista na prática de atividades físicas;

::Se sentir vontade fumar, chupe gelo, escove os dentes a toda hora, beba água gelada ou coma uma fruta;

:: Evite o primeiro cigarro.

O Seconci-Rio apoia campanhas de combate ao hábito de fumar! Para obter mais informações sobre tabagismo, acesse o site do Instituto Nacional de Câncer (www.inca.gov.br/), órgão do Ministério da Saúde responsável pela coordenação e execução do Programa de Controle do Tabagismo no Brasil, ou ligue no Disque Saúde (136).